quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Step by step: make-up recover


Ando uma balda neste blog, eu sei!


Publiquei isto no meu Instagram (realmente o Instagram dá muitooooooooooo mais jeito) mas achei que podia ser útil e deixo também aqui!


Tinha um pó que gostava e não usava muito porque estava numa caixinha que não fechava completamente, só tinha tampa com íman (aqueles kits da benefit que trazem várias coisas) , mpossível andar na mala...
Ao retirar da caixinha para tentar pôr noutra, partiu.
Lá fui aos tutoriais da net e resolvi. 


 1) passar o pó para uma caixa limpa (usei uma de uma base que vinha naqueles kits de maquilhagem e eu não gostava - deitei fora essa e limpei a caixa).


2) Esmigalhar o pó e juntar álcool só até fazer uma pasta e ligar. Alisar na caixa 


3) (sem foto) pressionar várias vezes com papel higiénico para absorver o excesso de álcool e deixar aberto para evaporar o restante 


 4) Ready! Fiz ontem à noite e hoje já veio comigo ;)

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Quick tip - Easy cake








Eu DETESTO untar formas...
Como adoro fazer bolos, não dá assim muito jeito.
Já testei formas de silicone, tenho algumas, mas confesso que gosto mais do resultado nas formas tradicionais.
Assim, sou super fã de papel vegetal! Além de não ter que untar, sei que o bolo não fica mesmo agarrado à forma.
Antes era um bocado à balda, cortava um quadrado de papel e “encaixava” na forma, claro que quando desenformava, os lados ficavam com um ar um bocado tosco dos vincos do papel.
Não era bonito...e não dava jeito para bolos que são para aniversários, que se querem direitinhos para barrar.
Combati a preguiça e passei então a cortar círculos de papel à medida da forma.
É claro que, a cortar tantos círculos (na maior parte das vezes uso duas formas de uma vez para rechear), havia que optimizar o processo (quando não peço ao Pedro para ser ele a cortar).
Mostro-vos o método de duplamente preguiçosa (preguiça de untar e preguiça de cortar o papel) que utilizo:
1.      Desenhar com a forma o círculo.
2.      Dobrar o papel de modo a ter o equivalente a 2 círculos.
3.      Dobrar ao meio, pelo diâmetro dos círculos.
4.      Dobrar novamente, tendo o cuidado de sobrepor o contorno. Ficamos assim com ¼ de círculo e com 8 pedaços de papel sobrepostos.

5.      Cortar duma vez (é um instante) e temos 2 círculos de papel vegetal.


S    Só para concluir, não unto nada. Ponho simplesmente o círculo de papel no fundo da forma e depois passo uma faca em redor do bolo quando desenformo.
      Depois, descolo o papel com cuidado.





sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015